Blog

Saiba o que fazer em Londrina!

Londrina é a segunda maior cidade do Paraná — atrás somente de Curitiba, a capital do estado. Ela é também uma das que mais atraem turistas nacionais e estrangeiros para o Sul do país, devido ao clima frio e à boa infraestrutura. Então, se você não sabe o que fazer em Londrina, está lendo o texto certo!

Aqui, vamos falar de algumas das atrações mais conhecidas e que valem a pena incluir no roteiro. São belíssimos espaços naturais, museus, fazendas e vinícolas que encantam os turistas. Além, é claro, do histórico agropecuário que garante à cidade o título de “capital do café”. Continue a leitura e saiba mais!

Afinal, o que fazer em Londrina?

As opções que a cidade oferece atendem aos mais variados gostos. Dê uma olhada nas sugestões que preparamos para você!

Passar uma tarde à beira do Lago Igapó

O que fazer em Londrina
Lago Igapó em Londrina.
O Lago Igapó corta vários pontos de Londrina e é um de seus cartões-postais. Há quem diga que ir até a cidade e não conhecê-lo é o mesmo que ir até Paris e não visitar a Torre Eiffel. Brincadeiras à parte, a beira do Lago é muito visitada por turistas e também por moradores, que fazem piqueniques e praticam atividades físicas na orla.

Existem três locais principais de visitação:

  • Igapó I, próximo à Prefeitura;
  • Igapó II, com um espaço de lazer ao ar livre bem convidativo;
  • Igapó III, a caminho da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Conhecer o Salto do Apucaraninha

O que fazer em Londrina
Cachoeira Salto do Apucaraninha.
Se você curte cachoeiras, não dá para deixar de fora uma das maiores do Paraná: o Salto do Apucaraninha, com 116 m de altura. Ela fica próxima ao município de Assis Chateaubriand, a mais ou menos 80 km do Centro da cidade de Londrina. Certamente, merece a visita.

No entanto, lembre-se de obter antes uma autorização da Funai, já que o Salto integra a Reserva Indígena Apucaraninha, da tribo de índios Kaingang. Além da beleza da enorme cascata, as águas do Rio Tibagi percorrem um cânion repleto de vegetação, formando uma linda paisagem.

Adquirir conhecimento nos museus

Também não faltam opções para quem gosta de museus. Anote na agenda para conhecer o Museu Histórico Padre Carlos Weiss e o Museu de Arte de Londrina. Eles ficam perto um do outro e têm acervos muito ricos que fazem valer o passeio.

No primeiro, situado na antiga Estação Ferroviária da cidade, você encontra materiais que contam a trajetória histórica paranaense. Já no segundo, pode apreciar diversas exposições itinerantes, além de outras atrações culturais e artísticas, oficinas e eventos de lançamentos musicais e literários. Tudo isso com entrada gratuita.

Outra dica é conhecer o Planetário, um importante projeto que faz parte do Museu de Ciência e Tecnologia de Londrina (MCTL), da UEL. No local, há sessões de documentários diversos, áreas de exposição científica e um projetor que simula o céu em qualquer ponto da superfície terrestre.

Passear pela Rota do Café

É difícil falar sobre o que fazer em Londrina e não ressaltar o seu título de capital nacional do café. É por isso que a Rota do Café está entre as atrações que mais movimentam o turismo no estado do Paraná.

Os passeios devem ser agendados no site do projeto e incluem visitas a diversos pontos em Londrina e nas cidades próximas. Entre eles:

  • Padaria Café com Pão, uma oficina de torrefação de café;
  • Fazenda Palmeira, com visita guiada pelo cafezal;
  • Fazenda Terra Nova, de cultivo biodinâmico;
  • Fazenda Monte Belo, que além da produção de café, conta com cultivos de lichia e macadâmia;
  • Centro de Artesanato de Ibiporã, com oficinas e lojas de artesanato com temática de café.

Todas as atrações têm o objetivo de serem educativas, de modo que a história do Paraná seja contada a partir de sua produção cafeeira.

Visitar a Vinícola Casa Müller

O que fazer em Londrina
Apreciar um bom vinho e curtir a natureza.
A apenas 20 km do Centro de Londrina está localizada a Vinícola Casa Müller, outro ponto imperdível na sua viagem para o Paraná. O local é de produção artesanal e familiar de vinhos, com visitas guiadas pelo proprietário. Durante o passeio, os turistas conhecem mais sobre a história da região e da produção de vinhos.

Também há o cultivo de morangos, que podem ser colhidos pelos próprios visitantes. O passeio ainda inclui a degustação de vinhos e de sucos de morango. Como se não bastasse, o espaço tem uma lojinha com as bebidas produzidas no local.

Prestigiar o Festival Internacional de Londrina

Dependendo da programação da sua viagem, você pode aproveitar a estadia na cidade paranaense para prestigiar o Festival Internacional de Londrina (Filo). É o maior festival de teatro da América Latina! Ele ocorre anualmente, mas você precisa pesquisar antes para acertar na data, já que varia bastante.

O Filo exibe diversos espetáculos nacionais e internacionais, e já está em sua 50ª edição. Além de ser patrocinado pela Prefeitura, recebe apoio institucional da UEL e da iniciativa privada. Durante a realização do evento, ocorrem simultaneamente dezenas de apresentações pelos teatros e ruas da cidade.

Ir ao Parque Estadual da Mata dos Godoy

O Parque Estadual Mata dos Godoy, a apenas 15 km do Centro de Londrina, também merece entrar para o seu roteiro de viagem. O local é uma das mais ricas áreas de preservação ambiental do estado e abriga uma ampla vegetação da Mata Atlântica, além de quase 200 espécies de aves silvestres e outros exemplares da fauna nativa.

O Parque é um projeto do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) junto com a UEL. Atualmente, 10% da extensão da reserva é aberta para visitação, com trilhas, observação de espécies nativas e atividades de educação ambiental. Todas as visitas precisam ser previamente agendadas e autorizadas pelo IAP.

Agora que você já sabe o que fazer em Londrina, já pode começar o seu planejamento para uma viagem incrível. Só um último toque: se não tem costume de viajar para a Região Sul, não se esqueça de encher a mala com roupas e acessórios de frio, hein? Ainda mais no outono e no inverno.

Você já foi para Londrina? Quais as atrações da nossa lista que mais despertaram a sua curiosidade? Deixe um comentário!

Você também pode se interessar por