Blog

Você sabe como evitar o enjoo de viagem?

É muito difícil encontrar alguém na não goste de viajar: seja um passeio de férias ou um final de semana prolongado, todos nós acabamos criando expectativas para o dia do embarque.

Por conta dessa empolgação, os turistas tomam várias providências para evitar imprevistos: depois de escolher o destino e comprar as passagens, é a hora de separar os documentos e decidir o estabelecimento em que vão ficar hospedados.

Mas mesmo as pessoas mais entusiasmadas podem sofrer se não souberem como evitar enjoo em viagem. Neste post, nós selecionamos dicas preciosas para quem precisa se livrar desse mal-estar!

O que causa o enjoo em viagem?

Algum tempo após o início do percurso, sua cabeça começa a rodar e você sente tonturas e náuseas? Esse mal-estar é conhecido entre os médicos como cinetose: os sintomas se manifestam sempre que a pessoa está em um meio de transporte, como carros ou ônibus.

Trata-se de uma resposta do organismo quando o corpo realiza um movimento atípico, o que pode desencadear um conflito entre as informações fornecidas ao sistema nervoso pela visão, tato e labirinto, como é chamada a parte interna do ouvido.

Entre os sintomas iniciais do enjoo em viagem, destacam-se a palidez e o suor frio, em todo o rosto, mas especialmente na região acima dos lábios. Em um segundo estágio, costumam ocorrer náuseas, tonturas ou dores de cabeça, além de desconforto físico.

Outros sinais que ajudam a identificar a causa do enjoo são:

  • vômito verde ou com sangue;
  • desmaios;
  • vômitos incessantes (não param sozinhos);
  • visão dupla;
  • mudanças nos níveis de consciência;
  • alterações na fala;
  • alterações musculares.

Quem tem predisposição ao enjoo?

Para saber como evitar enjoo em viagem, é importante entender se existem pessoas com predisposição a esse problema.

Na verdade, qualquer um pode sentir-se mal durante um trajeto, mas existem aqueles que são mais vulneráveis. Por exemplo, quem tem distúrbios no labirinto (como labirintite) pode se sentir mal mais facilmente em viagens de ônibus. Da mesma forma, homens e mulheres que sofrem de enxaqueca também estão propensos a esse desconforto.

O que fazer para minimizar o desconforto?

Pessoas de todas as idades e faixas etárias podem sofrer enjoo em viagem, mas esse quadro tende a ser mais frequente em mulheres, crianças e portadores de enxaqueca.

Todavia, esse não deve ser um motivo para você desistir do seu passeio. Durante o percurso de ônibus, há alguns truques simples que podem ser colocados em prática para aliviar o mal-estar:

  • procure olhar para um ponto fixo no horizonte, evitando fixar sua vista em figuras que estão em movimento;
  • evite praticar o hábito da leitura ou acessar o celular enquanto o veículo estiver em movimento;
  • faça refeições leves nos momentos que antecedem a viagem (coma o mínimo necessário e prefira alimentos mais leves, como verduras e frutas). Por outro lado, o jejum completo também não é recomendável, porque a falta de alimentação tende a causar náuseas;
  • ao perceber a manifestação dos primeiros sintomas, mantenha a calma;
  • evite a ingestão de bebidas alcoólicas ou a exposição a odores fortes, como de motor, cigarros e até perfumes (existem perfumes cujo cheiro pode causar náuseas e deixar a pessoa tonta);
  • redobre a ingestão de água, para manter-se adequadamente hidratado;
  • dê preferência aos ambientes mais ventilados e procure respirar normalmente;
  • tenha distrações adequadas, mesmo que sejam apenas na imaginação (quando nos concentramos em determinada coisa positiva, conseguimos nos desligar de outras negativas, mesmo que apenas temporariamente);
  • vale a pena sentar-se nos bancos do meio do ônibus, porque eles balançam menos.

Vomitar é bom ou ruim?

O enjoo é um problema físico e real, dificilmente conseguiremos “enganar” nosso organismo, fazendo de conta que o problema não existe. Mesmo que manter o foco em determinadas coisas ajude um pouco, a partir do momento em que o enjoo se apresenta, uma das melhores soluções (por incrível que pareça) é vomitar. Isso porque uma das consequências mais naturais desse distúrbio orgânico é exatamente esta: vomitar.

Como os ônibus de viagem têm banheiro, a situação fica menos complicada. O passageiro também pode aproveitar alguma parada do veículo para aliviar seu estômago.

Vomitar não é bom, certamente, mas é uma forma de livrar-se do mal-estar causado pela movimentação do ônibus.

O melhor é tratar o problema clinicamente, como veremos no próximo intertítulo, Dessa forma, a pessoa aprenderá como evitar enjoo de viagem com mais segurança.

Como tratar clinicamente o enjoo em viagem?

Além dessas orientações, o ideal é que a pessoa que tem desconforto constante quando faz movimentos anormais — não apenas em viagens, mas também em brinquedos em parques de diversões, como carrossel, roda-gigante ou montanha-russa — procure ajuda profissional.

Via de regra, o especialista que atende a casos como esse é o otorrinolaringologista. O mais comum é que o médico prescreva um medicamento antiemético (que combate o vômito), cuja utilização deve começar alguns dias antes da viagem.

Assim como em qualquer outra situação, a prática da automedicação não é recomendada, em decorrência dos riscos e efeitos colaterais. Neste caso, o paciente pode ser acometido por níveis de sonolência.

Alguns remédios podem ocasionar efeitos colaterais graves, como a reação extrapiramidal (a pessoa tem a sensação de que está fora do mundo).

Medicamentos que apresentam metoclopramida e bromoprida em sua composição podem causar esse efeito desagradável, pois atuam sobre a dopamina, substância que é responsável pelo equilíbrio.

Quem sofre com reação extrapiramidal precisa comunicar o problema ao médico ou ao enfermeiro. Conforme a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), 10% das pessoas apresentam essa sensação quando tomam metoclopramida e bromoprida. Os efeitos podem se prolongar por até 12 horas.

Exercícios de repetição, que treinam a região afetada, podem ser outra opção indicada pelo médico para atenuar os sintomas.

Existe algum remédio caseiro seguro?

Sem entrar em conflito com a medicina oficial, existem dois ingredientes caseiros que podem auxiliar no combate ao enjoo.

Para fazer a receita, você precisará misturar folhas de hortelã com água gelada. Isso ajuda a conservar a cabeça e o estômago sossegados durante o trajeto.

De qualquer modo, convém reiterar que o ideal é procurar um tratamento clínico — principalmente se a receita caseira não surtir o efeito desejado.

Agora que você entendeu como evitar enjoo e o que pode fazer para minimizar o desconforto, comece a planejar seu próximo passeio já!

Quer ver outras dicas incríveis? Aproveite para seguir a Rodoviariaonline nas redes sociais: Facebook, Google e Twitter.

Você também pode se interessar por