Aqui você pode
pagar em até 12 vezes
  • Cartão de
    Crédito
  • Débito
    On-Line
  • Transferência
    Bancária
  • Depósito
    Bancário
  • Boleto
    Bancário
  • PicPay

Acesso Rápido

Acessibilidade

A Rodoviária de Floriano oferece uma infraestrutura com rampas para melhor atender passageiros com deficiência física.

Achados e Perdidos

A Rodoviária de Floriano disponibiliza o setor de achados e perdidos no saguão de atendimento.

Guarda-Volumes

A Rodoviária de Floriano conta com o setor de guarda-volumes localizado na administração do terminal.

Estacionamento

A Rodoviária de Floriano conta com estacionamento gratuito.

Área Comercial

Na Rodoviária de Floriano há praça de alimentação e lojas comerciais.

Táxi

Os táxis são encontrados ao lado do terminal.

Sobre a Rodoviária de Floriano

O Terminal Rodoviário de Floriano, em Piauí, oferece uma série de viagens aos seus usuários. Os principais destinos são para Teresina, São João dos Patos, Pastos Bons, Itaueira, Canto do Buriti, Estreito, Colônia do Gurgueia, Araguari, Brasília, Parnaíba, São Luís, Balsas, Luís Eduardo Magalhães, Recife, Tauá, Araripina, São Paulo, Presente Dutra, Juazeiro do Norte, Colinas, Oeiras, Piripiri, Taguatinga, Estaca Zero, entre outras cidades. São sete viações que atuam nessa rodoviária: Expresso Guanabara, Garcia, Kaissara, Marajó, Princesa do Ivaí, Princesa dos Campos e Útil.

Inaugurada em 2013, a rodoviária de Floriano tem 14 plataformas, sendo sete para embarque outras sete para o desembarque de passageiros. Também conhecido como Terminal Rodoviário Filadelfo Freire de Castro, o terminal custou mais de R$ 2,7 milhões. A rodoviária conta com mais de 25 linhas de ônibus, e recebe diariamente um fluxo rodoviário de mil passageiros. É uma das rodoviárias mais novas do Brasil e conta com mais de 1400 metros de área construída. A rodoviária dispõe de um balcão de informações, lanchonete e lojas de variedades. Para quem desembarca na rodoviária e precisa de transporte, há ponto de táxi nas proximidades.

A cidade de Floriano, nome dado em homenagem ao Marechal Floriano Peixoto, nasceu às margens do Rio Parnaíba com a antiga denominação de vila da Manga. Em relação ao turismo, Floriano destaca-se promovendo eventos culturais e turísticos, como o Carnaval – considerado um dos melhores do Estado, os festejos religiosos, a exposição agropecuária, festas juninas, eventos náuticos – como a Regata de Canoas à vela e o Festival de Pesca Amadora, o Florifolia, a FEPEME. Devido à sua forte influência de imigrantes árabes, os edifícios antigos da cidade ainda conservam os traços arquitetônicos da civilização árabe. A gastronomia não é diferente: quibes, esfirras e charutos estão presentes na mesa do florianense.

Não deixe de conhecer o Balneário Praia da Manga, o Espaço Cultural Maria Bonita, os casarios árabes, o Espaço Cultural Christino Castro e o Museu do Automóvel. Vale a pena fazer a Travessia de Barca e conhecer o Estado do Maranhão, pelo rio Parnaíba. Visite o Terminal Turístico Beira Rio, onde há casarões antigos, bares e restaurantes, inclusive um bar e restaurante flutuante, que fica dentro d’água do rio e de onde é possível ter a visão de um lindo por do sol. A co-catedral de São Pedro de Alcântara é linda e cheio de história e misticismo desde 1875, quando teve sua construção iniciada. A Co-catedral de São Pedro de Alcântara fica a 4 km, via carro, do Terminal Rodoviário de Floriano.


Principais Viações
da Rodoviária de Floriano