Aqui você pode
pagar em até 12 vezes
  • Cartão de
    Crédito
  • Débito
    On-Line
  • Transferência
    Bancária
  • Depósito
    Bancário
  • Boleto
    Bancário
  • PicPay

Em 2019, celebra-se a décima sétima edição consecutiva da Flip – Festa Literária Internacional de Paraty, que acontece de 10 a 14 de julho, na cidade fluminense, reconhecida pela Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – como patrimônio cultural e natural da humanidade.

Durante os cinco dias de realização da Flip, as ruas e praças do centro histórico de Paraty são tomadas por tendas erguidas exclusivamente para abrigar as mesas de discussões, livraria, espaço de autógrafos e de exibições digitais da Festa. E, ainda, para receber de forma afetuosa leitores e amantes da literatura vindos de todos o Brasil, e também de fora.

Autor homenageado

Com a curadoria da jornalista e editora da revista 451, Fernanda Diamant, a Flip 2019 vai homenagear o escritor, jornalista e engenheiro Euclides da Cunha (Rio de Janeiro, 1866 – 1912), autor de uma das obras fundamentais sobre o Brasil – Os sertões. Publicado em 1902, o livro tem origem no trabalho de cobertura jornalística da revolta de Canudos, ocorrida no interior da Bahia, entre os anos 1896 e 1897. A escolha do homenageado sugere discussões mais políticas no evento, onde as mesas trarão discussões de temas como gênero, raça, questão indígena, ciência e meio ambiente.

Décima edição da Flip homenageia o escritor Euclides da Cunha.
Programação

A programação principal da Flip tem início às 19 horas do dia 10, com a sessão de abertura intitulada ‘Canudos’ sendo realizada no auditório da Matriz, com  a crítica de literatura brasileira e professora da USP Walnice Nogueira Galvão, responsável por organizar a edição crítica de Os Sertões, lançada em 2016 pela Ubu Editora. Aliás, todas as mesas de debates da Festa receberam nomes inspirados na topografia do sertão baiano, cenário da guerra de Canudos. Por exemplo, “Massacará”, “Jeremoabo”, “Quirinquinquá”, etc. Serão 21 mesas literárias na programação principal, com a participação de 33 escritores de 10 nacionalidades.

Ainda há muitas atividades, fora as de destaque da programação principal. A Flip+ ocupa espaços diferentes pela cidade, promovendo ações que incluem, além de literatura, teatro, fotografia, arte, música e cinema. Já o programa educativo promove a leitura por meio da integração da crianças com sua comunidade, buscando valorizar a cultura e os saberes locais. Ainda há os eventos organizados e realizados pelas casas parceiras, que ocupam alguns casarões históricos de Paraty. Sem dúvida, é possível afirmar que a Flip é um dos eventos literários de maior relevância do cenário latino-americano.

Sobre Paraty

Recentemente reconhecida pela Unesco como patrimônio cultural e natural da humanidade, a cidade de Paraty-RJ atrai turistas brasileiros e estrangeiros, tanto pelas suas belezas naturais quando pelo ar bucólico das ruas de pedra e casarios coloniais de seu centro histórico. Há inúmeras igrejas centenárias a ser visitadas, além da antiga cadeia e a biblioteca municipal de Paraty. Para quem gosta do contato com a natureza, é possível realizar passeios guiados para conferir a exuberância da Mata Atlântica, além de passeios de barco que perpassam as dezenas de ilhas de rodeiam o continente. Os passeios de caiaque pela baía de Paraty  também são  muito bem recomendados. A cidade histórica fica distante cerca de 250 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro. O acesso mais comum à cidade é via terrestre, de carro ou ônibus.

Conheça as melhores opções de passagens de ônibus para Paraty na pesquisa do Portal Rodoviariaonline.

Serviço:

17ª Flip – Festa Literária internacional de Paraty
De 10 a 14 de julho de 2019
Paraty – RJ
Mais informações: https://www.flip.org.br/