Aqui você pode
pagar em até 12 vezes
  • Cartão de
    Crédito
  • Débito
    On-Line
  • Transferência
    Bancária
  • Depósito
    Bancário
  • Boleto
    Bancário
  • PicPay

O dia 31 de dezembro é uma data marcante. Bem, é o último dia do ano, claro. Também é o dia da tradicional corrida brasileira, que acontece desde 1925. O percurso é feito na cidade de São Paulo e tem 15 quilômetros, na Avenida Paulista.

A São Silvestre está na 95º edição e entra para a Road Race Bronze Label da Associação Internacional de Federações de Atletismo. Isso faz com que ela entre para o hall das principais corridas do mundo e atração dos melhores corredores do mundo, como a recordista mundial da maratona feminina. A queniana Brigid Kosgei que bateu o recorde deste ano na Maratona de Chicago, já confirmou presença na São Silvestre. A organização anunciou que ainda vai divulgar mais nomes do circuito internacional

História da Corrida

Cásper Líbero se inspirou em uma corrida noturna na França e criou a São Silvestre com o nome do santo do dia. As primeiras edições foram noturnas, e em 1989 foi realizada de tarde. A mudança para o período da manhã foi feita em 2012. Também, com o tempo, passou a aceitar a presença de mulheres e atletas estrangeiros, que atualmente são os vencedores das últimas provas. Mas o maior número de vitórias ainda é nacional, com 29 vitórias brasileiras.

A primeira prova teve início as 23h40 e participaram 146 atletas, sendo que só 60 finalizaram a linha de chegada. O primeiro estrangeiro a ganhar a prova foi o italiano Heitor Blasi, em 1927. Após isso, a corrida Internacional São Silvestre já teve vencedores da Inglaterra, Portugal, Bélgica, Iugoslávia, Uruguai, Argentina, Finlândia, Alemanha, México, Colômbia, Estados Unidos, e do Quênia e Etiópia, que tem revezado os primeiros lugares nos últimos anos. Já na corrida feminina, a primeira mulher campeã foi a alemã Christa Valensieck, em 1975. Seguidas por Estados Unidos, Portugal, México, Equador, entre outros. A primeira brasileira vitoriosa foi Carmen Oliveira, em 1995. Nessa categoria, competidoras do Quênia e da Etiópia, também revezam as últimas vitórias.

Recomendações para a São Silvestre

A Corrida Internacional de São Silvestre acontecerá no dia 31 de dezembro, às 7h25 com a largada da modalidade cadeirante. As competidoras de elite feminina largam às 07h40, quase vinte minutos antes do pelotão geral, que larga às 08h05, junto com elite masculina, pelotão C e cadeirantes com guia. Para quem realizou a inscrição no evento, haverá cinco postos de atendimento com água, atendimento médico e banheiros. O primeiro será no KM 4, que fica na Avenida Pacaembu, entre o Vd. Gal. Olímpio da Silveira e a Rua Margarida.

Para quem vai correr, é bom garantir sua água e se hidratar bem, o segundo posto será no KM 7,3, na Avenida Rio Branco. A Praça da República é o próximo posto, considerado KM 10. E os dois últimos serão no KM 12,3 na Viaduto 9 de Julho e no KM 14,5 na Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, esquina com a rua São Carlos do Pinhal. Uma novidade deste ano é que os copos de plástico distribuídos serão descartados de forma correta. A Corrida Internacional de São Silvestre fez uma parceria com o Movimento Plástico Transforma que vai recolher as embalagens, reciclá-las e serão transformadas em lixeiras de coleta seletiva. Legal essa iniciativa, não é mesmo?

Já fez sua inscrição na prova ou vai de “pipoca”? Então só falta reservar as passagens de ônibus pelo Portal Rodoviariaonline. Aproveite para terminar o ano vencendo novos desafios! Saiba mais sobre a São Silvestre aqui.