Compartilhar:

No dia 15 de junho será comemorado o feriado religioso nacional Corpus Christi. O seu nome é a versão em latim para a expressão Corpo de Cristo e acontece sempre depois da festa da Santíssima Trindade, em uma quinta-feira. Isso porque ele faz referência à Quinta-Feira Santa, na qual teria sido celebrada a Santa Ceia, quando Jesus Cristo se reuniu com seus apóstolos, instituindo aí um sacramento.

A origem dessa celebração foi no ano de 1243, quando uma freira chamada Juliana de Mont Cornillon, ou Juliana de Liége, em alusão à sua cidade, na Bélgica, teve visões de que o mistério da Eucaristia deveria ter um maior destaque. E em 1264 o papa Urbano IV, consagrou a festa para toda a Igreja, tendo suas leituras e seus textos litúrgicos sido preparados por São Tomás de Aquino.

Primeiro é celebrada a Santa Missa, com o objetivo de relembrar a morte, a ressurreição e a paixão de Cristo. A procissão que vem ao fim da missa faz alusão a busca da terra prometida, a caminhada do povo de Deus, que é peregrino. Seguida pela adoração ao Santíssimo Corpo de Cristo, considerada uma profunda comunhão com o Salvador.

Um dos costumes desta festa religiosa é enfeitar as ruas com tapetes coloridos e desenhos com inspiração religiosa. Os materiais geralmente usados são serragem, pó de café, sal, areia, vidros, entre outros. A cidade de Matão, em São Paulo, é famosa por seus tapetes, que se estendem por 12 quadras, com a utilização de um mineral chamado dolomita. A comemoração é feita desde 1948 e recebe cerca de 70 mil pessoas do mundo todo.  Castelo, no Espírito Santo, também costuma ficar lotada nessa época do ano, seus tapetes tem cerca de 1,5 quilômetro e usam palha de café e pedra de granito. A histórica Ouro Preto, em Minas Gerais, tem tradição nessa festa onde as janelas ficam cobertas por panos vermelhos para contribuir com o colorido da festa, e o costume de confeccionar o tapete por suas charmosas ruas passa de geração em geração. Ao sul, a cidade de Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, inclui junto às imagens religiosas, contextos históricos dos imigrantes italianos em seus tapetes. É conhecida por ser uma das maiores produtoras de vinhos no país. Em Santa Catarina, a cidade da Madre Paulina, Nova Trento, atrai fiéis durante a procissão por suas ruas. Florianópolis, conhecida por suas belas praias, participa da celebração, onde o cortejo ocorre em torno da Praça 15 de Novembro. Também praiana e com águas de cor estonteante, Cabo Frio, no Rio de Janeiro prepara uma grande festa para receber os visitantes, com mais de 150 toneladas de sal para a produção de seus tapetes.

Tapete de Corpus Christi enfeita a cidade de Castelo/ES. (Foto: Governo do Espírito Santo)

A confecção dos tapetes é uma expressão de fé e uma maneira de colaborar  com este evento religioso de Corpus Christi. Muitas cidades, sejam as grandes ou as do interior, participam deste costume de deixar os locais mais coloridos.