Aqui você pode
pagar em até 12 vezes
  • Cartão de
    Crédito
  • Débito
    On-Line
  • Transferência
    Bancária
  • Depósito
    Bancário
  • Boleto
    Bancário
  • Correios ou
    Lotéricas

Entre os dias 16 a 25 de agosto, acontece em Fortaleza a Bienal Internacional do Livro do Ceará. Ao longo de duas décadas, vem se consolidando como um dos mais importantes eventos culturais do gênero na região e já tem lugar cativo na agenda literária estadual e nacional. “As cidades e os livros” é o grande tema da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada no Centro de Eventos do Ceará.

Segundo a organização da Bienal: “Nesse amplo conceito, pensamos as cidades como moradia, como cenário de nossos tempos, mas também como formadora de geografias pessoais, subtema da Bienal. Cada um de nós tem suas cidades, aldeias, fazendas, seus lugares de afeto, de memórias. Essa geografia pessoal se expressa fortemente na literatura. É muito citado entre escritores o pensamento de Tolstói: ‘Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia’.”, escreveu em seu site.

Convidados e homenageados

A homenagem não será feita à pessoas, mas sim aos livros. Os homenageados são o internacional “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto, o nacional “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar, e o cearense “A casa”, de Natércia Campos. O escritor Raduan Nassar, junto com Frei Betto, abordarão temas relativos às metrópoles e : “As aldeias em silêncio”. Daniel Munduruku fala sobre o universo das minorias étnicas: “As selvas da cidade”. Chico Alvim, Nicolas Behr e João Almino discutem sobre a voz dos espaços urbanos do poder: “Brasília, Céu e Inferno”. Ainda os poetas Marco Lucchesi, Ronaldo Correia de Brito e Eucanaã Ferraz falam respectivamente sobre “As lições do deserto”, com uma visão universal dos espaços humanos; “Os loucos de minha cidade”, sobre a irracionalidade das cidades; e o lirismo das geografias pessoais.

O contista mineiro Luiz Vilela e o escritor e roteirista Marçal Aquino debaterão em um encontro sobre “as aldeias e as metrópoles”. O escritor Antônio Torres e o poeta Inácio Vieira de Melo terão em suas mãos o tema “As cidades de pedra”. O jornalista e escritor Roberto Pompeu de Toledo; a premiada escritora Maria Valéria Rezende; a poeta e cronista Mariana Ianelli; já clássico escritor Márcio Souza, e muitos outros, virão abrilhantar nosso evento, trazendo experiências variadas acerca das geografias interiores e exteriores.

A Bienal Internacional do Livro do Ceará, em 2017, trouxe ao público 125 horas de programação em 10 dias de evento. Foram 450 mil visitantes que passaram pelo evento, que gerou R$5 milhões em vendas em negócios, com sua Feira de Livros e outras atividades, empregando mais de 3 mil pessoas e o investimento foi de R$4 milhões, segundo dados da Secretaria de Cultura.

Quer acompanhar de perto as novas tendências sobre literatura e de quebra encontrar seus autores favoritos? Então só falta reservar suas passagens para Fortaleza pelo Portal Rodoviariaonline e acompanhar de perto as novidades que a Bienal Internacional do Livro Ceará traz para este ano.

Serviço:

Bienal Internacional do Livro Ceará
Data:  16 a 25 de agosto de 2019
Local: Av. Washington Soares, 999 – Edson Queiroz, Fortaleza – CE