Compartilhar:

Guarda-volumes

Essa seção funciona ao lado direito do Posto da Polícia Cidadã.

Estacionamento

O estacionamento é gratuito, sem cobertura.

Sanitários

O local conta com sanitários pagos, localizados entre a praça de alimentação, os bancos de espera e a entrada para as plataformas.

Táxi

Há ponto de táxi 24 horas.

Sobre a Rodoviária de Senhor do Bonfim

O Terminal Rodoviário de Senhor do Bonfim fica localizado próximo à principal estrada de ligação entre os estados da Bahia, Pernambuco e Piauí, a BR-407. A rodoviária foi inaugurada no ano de 1982, pelo então governador Antônio Carlos Magalhães, em frente a Praça Coronel Fialho, atualmente conhecida como Praça do Terminal Rodoviário. São seis viações que fazem o trajeto até a cidade, sendo elas 1001, Penha, Falcão Real, Garcia, Gardenia e Útil. Os principais destinos, e que tem linhas regulares, são Salvador, Juazeiro, Jacobina, Campo Formoso, Petrolina, entre outros.

A estrutura do Terminal Rodoviário de Senhor do Bonfim é retangular, metálica e tem aproximadamente 2800 metros de área construída. São dez plataformas para embarque e desembarque de ônibus. No local há bancos na cor branca para quem aguarda tanto o embarque em seu ônibus, quanto espera por alguém que irá desembarcar. O guarda-volumes fica ao lado direito do posto da Polícia Cidadã, anexo à praça de alimentação. A rodoviária dispõe de várias lanchonetes e quiosques, também é possível encontrar uma banca de jornais e revistas. O estacionamento é gratuito e descoberto e há espaço para quem quer realizar embarque e/ou desembarque de passageiros. É cobrada uma taxa para a utilização dos sanitários, masculino e feminino, que ficam localizados entre a praça de alimentação, os bancos de espera e a entrada para as plataformas. Para quem desembarca na rodoviária e precisa de transporte, há ponto de táxi 24 horas.

Cidade do sertão baiano, Senhor do Bonfim mistura a beleza do semiárido com a história da colonização do Brasil. É lá que fica o maior remanescente quilombola do país, Tijuaçu, com mais de 800 famílias. Além disso, a região mistura a cultura dos africanos, com índios e os colonizadores das terras. A Catedral do Senhor do Bonfim preserva um pouco da arquitetura histórica do local. É famoso também pela Festa de São João, sendo considerada a maior do interior da Bahia, e recebe mais de 80 mil visitantes nessa época. A Feira Livre de Senhor do Bonfim é a segunda maior, em extensão, do Nordeste, e tem de tudo um pouco, de comidas como arroz, feijão, farinhas, doces, queijos a roupas, artefatos de couro, móveis, plantas medicinais, e até animais. Dizem que entre seus frequentadores famosos estão Lampião e Luiz Gonzaga. O destaque, no turismo ecológico, fica com a Reserva Florestal do Grunga, com trilhas em que se é possível observar a mistura da vegetação caatinga com serrana, com orquídeas, sempre vivas e bromélias. Ao descer no Terminal Rodoviário de Senhor do Bonfim, observe o tempo que, durante os meses de junho e julho, costuma ter temperaturas mais frias.


Principais Viações
da Rodoviária de Senhor do Bonfim