Blog

Reforma da rodoviária de Curitiba é concluída

Os curitibanos começaram a semana com uma preocupação a menos no calendário de obras. Na segunda-feira, dia 02, o terminal rodoviário da capital paranaense voltou a operar normalmente, após um longo período interditado pela ampliação e reforma da rodoviária de Curitiba. Aliás, a sua capacidade aumentou em vinte por cento, suportando, agora cinquenta mil embarques por dia.

Além dos dois blocos já existentes – estadual e interestadual – o terminal ganhou oito plataformas exclusivas para desembarque, facilitando a circulação de pedestres no espaço. Com esta ampliação, as outras cinquenta plataformas já existentes no terminal passam a ser exclusivas para o embarque, garantindo mais agilidade para a operação.

Os usuários também poderão usufruir das benfeitorias e modernizações feitas na rodoviária, como escadas rolantes, elevadores, passarela acessível, sinalização, iluminação e sistema de climatização, o que garante mais conforto e segurança para todos.

A grande novidade está na instalação das catracas de controle eletrônico, instaladas nas salas de espera da rodoviária. Assim, só têm acesso às plataformas de embarque os portadores dos bilhetes, que ao passar pelas catracas deixam registrados seus dados pessoais e informações da sua passagem. A rodoviária de Curitiba é a primeira no Brasil a operar com este novo sistema, o que garante mais segurança e agilidade aos passageiros, evitando filas que se formavam no corredor do antigo terminal.

Reforma na rodoviária de Curitiba

A reforma na rodoviária de Curitiba faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a Copa e o custo total, após dois anos de obras, chegou a quase R$ 40 milhões. O ponto positivo disto é que, mesmo depois da Copa, as melhorias feitas no terminal continuarão disponíveis aos passageiros que por lá circularão.

Procurando passagens para Curitiba? Veja aqui as opções de datas e horários.

(Por Renata Sklaski)