Blog

Passeios imperdíveis a fazer em Garanhuns

A maioria das pessoas tem a ideia de que o turismo no Nordeste se resume à costa. Poucos sabem – ou exploram – municípios que nada tem a oferecer em se tratando de praias paradisíacas e altas temperaturas, mas que oferecem outros atrativos que despertam o interesse de visitantes. Um desses exemplos é o município de Garanhuns, em Pernambuco.

Localizada em meio à serra, entre sete colinas, a 900 metros acima do nível do mar e a 230 km de distância da capital Recife, a cidade tem clima ameno, o que lhe conferiu o apelido carinhoso de Suíça brasileira. Por esse motivo, e o friozinho característico da estação mais fria do ano, é em julho que é realizado o Festival de Inverno de Garanhuns. O evento, que acontece anualmente desde 1991, esquenta a cidade e atrai milhares de turistas em busca de diversão, cultura e gastronomia. São inúmeras apresentações culturais, musicais e teatrais que exaltam, sobretudo, a tradição pernambucana. Esse ano, o Festival de Inverno de Garanhuns teve início em 20 de julho e se encerra no sábado, dia 29.

Outro ponto de visitação obrigatório de Garanhuns é o relógio das flores, um dos principais cartões-postais da cidade.O relógio que tem a base de 4 metros de diâmetro feita de flores e plantas, foi construído em 1979 e ornamenta a praça Tavares Correia, localizada na região central. Tirar uma foto em frente ao relógio é tradição entre os turistas que visitam a cidade.

Cartão-postal de Garanhuns. (Foto: Prefeitura de Garanhuns)
Outro ponto turístico muito famoso de Garanhuns e que atrai muitos visitantes é o Castelo de João Capão. Sua história é muito peculiar: desde criança, João sonhava em ter seu próprio ‘reinado’ e viver em seu próprio castelo. Passou 30 anos de sua vida construindo com suas próprias mãos a sua moradia, que tem até trono real e nobres estátuas. Durante o Festival de Inverno, a casa é transformada temporariamente em restaurante, para matar a curiosidade dos visitantes e, de quebra, a fome também! João faleceu em 2016, porém o local, mantido pela família, segue aberto para visitação.

Fachado do Castelo de João Capão. (Foto: Prefeitura de Garanhuns)
No alto da colina Triunfo, fica o Santuário Mãe Rainha. Construído em 2002, o local é perfeito para quem busca espaço para oração e contemplação. A área verde que rodeia o santuário e a vista do alto que privilegia parte da cidade atrai pessoas independente da religião. O silêncio favorece o contato com a natureza, evidenciando o som do vento em meio às árvores. Para quem é católico, há uma loja de artigos religiosos anexa ao Santuário.

Paz e tranquilidade é o que proporciona a visita ao Santuário Mãe Rainha. (foto: Prefeitura de Garanhuns)
Aos apaixonados por história e cultura, a visita ao Povoado do Castainho é essencial. Localizado na zona rural de Garanhuns, a comunidade ali formada é derradeira do Quilombo dos Palmares e ainda hoje preserva as tradições negras dos séculos passados. Ali, a palavra que reina é simplicidade. Tudo é feito pelos moradores, desde as casas até a alimentação, baseada em suas próprias plantações e criações. Há apresentações típicas da cultura quilombola, como ‘samba de coco’ e ‘Mãe Preta’.

Visite Garanhuns e descubra muito mais sobre a cultura local e a história do povo brasileiro! Compre suas passagens pela Rodoviariaonline e aproveite!

 

(Por Renata Sklaski)