Blog

Passagem de Curta Distância Fica Mais Cara

As passagens ficaram mais caras no ano de 2017. Em junho, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), autorizou um aumento de 1,447% a ser aplicado sobre o coeficiente tarifário vigente do serviço regular de passageiros. Esse acréscimo é aplicado para viagens com transporte interestadual e internacional.

Em fevereiro deste ano, a ANTT já havia realizado o reajuste de 4,824% nas passagens de ônibus interestaduais e internacionais de passageiros de linhas que percorrem mais de 75 km. Isso gerou um total de R$ 0,097022 por passageiro, multiplicado pelo número de quilômetros percorridos.

ANTT deixa passagem de Curta Distância Ficam Mais Caras

O transporte semiurbano de passageiros é sujeito a arredondamento da tarifa final, com o objetivo de facilitar o troco. O arredondamento de um ano é compensado no reajuste do ano seguinte. Ao valor da passagem de curta distância devem ainda ser adicionados a tarifa de embarque e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

De acordo com a ANTT, a tarifa da passagem de curta distância é composta de itens de custo, como combustível, lubrificantes, peças e acessórios e pessoal, que são reajustados de acordo com índices de inflação setoriais.

Pensando nisso, o Portal Rodoviariaonline oferece durante o ano todo diversas promoções de desconto, além de várias opções de pagamentos e parcelamentos, tudo para viabilizar suas viagens. Afinal, todo mundo merece viajar e ser proporcionado por grandes experiências de vida.

 

Fonte: Noticias R7, G1, ANTT

 

Você também pode se interessar por