Blog

O que Curitiba tem?

Na tarde de hoje, dia 18, chegou ao fim a dúvida sobre a cidade de Curitiba ser ou não uma das sedes da Copa do Mundo 2014. Com a confirmação oficial do secretário-geral da Fifa Jérôme Valcke, a capital paranaense mantém-se na agenda do mundial, tendo agora que correr contra o tempo (ainda mais!) para deixar estádio, avenidas, viadutos, aeroporto, rodoviária e demais estruturas prontas para receber os visitantes. Por enquanto, a cidade está transformada em um grande canteiro de obras, atrapalhando e irritando moradores, que chegam a levar o dobro do tempo para se deslocar de suas casas para o trabalho, por exemplo.

Deixando as polêmicas de lado, queremos aproveitar a deixa para destacar alguns pontos turísticos curitibanos que devem ser colocados na ‘wishlist’ de qualquer visitante que passa pela cidade, seja durante a Copa ou em um fim de semana aleatório.

Restaurantes de Santa Felicidade

Portal de Santa Felicidade, em Curitiba
Portal de Santa Felicidade (Foto: curitiba.net)

Não tem como não ir. O mais tradicional bairro italiano da cidade transformou-se no seu principal pólo gastronômico, atraindo milhares de pessoas semanalmente. Destaque para o tradicional restaurante Madalosso. Fundado em 1963, o restaurante é, hoje, o maior restaurante da América Latina, com espaço para comportar 4.500 pessoas. No cardápio, o famoso rodízio com dezoito deliciosos pratos italianos. Também vale a visita às vinícolas da região, onde é possível degustar vinhos produzidos artesanalmente.

Feira de Artesanato do Largo da Ordem

Largo da Ordem, em Curitiba
Vista parcial da Feira do Largo da Ordem (Foto: IPPUC)

Conhecida popularmente como “Feirinha do Largo”, a feira é um espaço multicultural, que atrai milhares de pessoas aos calçadões do Largo da Ordem, nos domingos pela manhã. Nas mais de mil barracas montadas em oito quadras de extensão, é possível encontrar artigos para todos os gostos (e bolsos): imãs de geladeira, bijouterias, vasos, esculturas, bolsas, pinturas, roupas, livros, artigos de decoração, infantis, incensos e até móveis. Isto sem contar que a feira é localizada no setor histórico da cidade. Então, ao passear pelas barracas, os visitantes também podem admirar a arquitetura dos casarões antigos de Curitiba. Ah, claro! Degustando um delicioso pastel (frito, assado ou cozido) e tomando um caldo de cana.

Museu Oscar Niemeyer

Vista lateral do prédio principal do MON, em Curitiba
Vista lateral do prédio principal do MON (Foto: wikipedia)
Também conhecido como “Museu do Olho”, o MON foi inaugurado em 2002, primeiramente chamado de Novo Museu. Mesmo recente, o local já virou cartão postal da cidade, graças a sua arquitetura fascinante, em formato de olho, projetado por Oscar Niemeyer (embora a inspiração tenha sido a árvore de Araucária, árvore símbolo do Paraná). O MON é um dos maiores complexos de exposição do Brasil, com 16 mil m² destinados a obras de arte.

Turismo Rural

Curitiba possui uma região metropolitana riquíssima em turismo rural, oferecendo opções de passeio e lazer para toda a família. Em São José dos Pinhais, cidade que abriga o aeroporto internacional de Curitiba, as colônias Mergulhão e Muricy oferecem ótimas atrações, como as vinícolas que compõem o famoso “Caminho do Vinho”. Uma pertinho da outra, oferecem aos turistas degustação de vinhos direto dos locais de armazenagem. Mas se vinho não é exatamente a sua ‘praia’, os cafés coloniais da região são disputadíssimos, principalmente nos meses mais frios. Aqui, vale a dica de não almoçar e ir direto para o café colonial, aproveitar as mesas fartas de pães, tortas e bolos.

Gostou das dicas? Então se anima e compre já suas passagens para Curitiba sem sair de casa, aproveitando todas as vantagens do Portal Rodoviariaonline!

(Por Renata Sklaski)