Blog

Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é comemorado em todo país, em 20 de novembro. A data, criada em 2003, é uma homenagem a Zumbi, o último dos líderes do Quilombo dos Palmares, o maior quilombo do período colonial. Zumbi foi morto no dia 20 de novembro de 1695, por isso a escolha desta data. O Dia da Consciência Negra é feriado em mais de mil municípios de todo o país.

Nesta data, são realizadas inúmeras manifestações culturais e uma programação completa voltada à valorização da cultura negra em diversas cidades. A Fundação Cultural Palmares, instituição federal, é responsável pela realização de inúmeras delas. Na cidade União dos Palmares (AL), onde viveu Zumbi, as atividades começaram às 7h deste domingo e seguem até às 17h no Parque Memorial Quilombo dos Palmares, na Serra da Barriga. Na Praça Brasiliano Sarmento, estão previstos shows de reggae, rock, samba e MPB, das 18h às 22h20.

Já em Maceió, na Casa de Jorge de Lima, às 20h, haverá uma apresentação do espetáculo ‘Projeção Mapeada – Narrativas em Movimento’. No Teatro Linda Mascarenhas está aberta, das 8h30 às 17h, a exposição “Lélia Gonzalez: o feminismo negro no palco da história”. O Parque Shopping Maceió recebe as exposições fotográficas “Raízes”, “História da Enfermagem Brasileira: A Contribuição Afrodescendente” e “Pretas, a beleza na cor”, além de apresentar os vídeos da campanha “Filhos do Brasil”, do governo federal.

consciência negra
Exposição em Maceió homenageia a intelectual, professora e antropóloga brasileira Lélia Gonzalez. (Foto: projetomemoria.art.br)
A Fundação Palmares também apoia a realização do Circuito Cultural de Dança Afro-Brasileira, que leva apresentações de danças, aulas e workshops gratuitos ao Plano Piloto de Brasília e a 14 regiões administrativas do Distrito Federal. A ideia do circuito é dar ao público a oportunidade de ter contato com a diversidade cultural da cidade e promover o resgate histórico das danças de matriz africana.

Em Petrópolis, no Rio de Janeiro, na segunda-feira (21) vão ocorrer apresentações de dança das 17h às 21h30 na Casa de Cláudio de Souza. Em Florianópolis (SC), foi inaugurada a exposição “Vozes que pulsam – Memória e cultura afro-brasileira em Santa Catarina”, também disponível ao público.

O Museu da Abolição (MAB/Ibram), em Recife (PE), também preparou atividades para celebrar a data: ações de formação, lançamento de livro, campanha virtual, encontros com representantes de terreiros e coletivos afro-brasileiros, música, oficinas, poesia e a abertura de exposição.

O Portal Rodoviariaonline tem profundo respeito pela cultura negra por toda sua influência e importância no cenário cultural brasileiro como um todo.

(Por Renata Sklaski. Fonte: Ministério da Cultura)