Blog

Buenos Aires: Rumo a capital dos “hermanos”

Durante a Copa do Mundo, vimos uma invasão (no bom sentido) de argentinos ao Brasil. Muitos vieram motivados pela participação do time argentino na final da Copa, e marcaram presença em nosso país, dentro e fora dos estádios. É claro que a presença destes turistas em terras tupiniquins, principalmente nas cidades litorâneas, já é um fato comum. Mas a presença de turistas brasileiros na capital Buenos Aires também é uma realidade. E o trajeto até lá pode ser feito via terrestre, por linhas de ônibus que operam neste trecho, saindo de diversas cidades brasileiras

Confira abaixo algumas dicas que o Portal Rodoviariaonline preparou especialmente para você curtir ainda mais esta aventura!

Documentação pessoal

O passaporte não é obrigatório em uma viagem partindo do Brasil para a Argentina. Porém é necessária a apresentação do RG, de preferência, atualizado, com foto e texto bem legíveis. Levando crianças que ainda não possuem carteira de identidade, é preciso apresentar as suas certidões de nascimento.

Moeda

A moeda vigente em Buenos Aires é o peso argentino. Mesmo a maioria dos estabelecimentos aceitando dólar e até real, é importante procurar uma casa de câmbio para a troca de dinheiro. Para sua segurança, vá até um estabelecimento oficial, localizado na parte central da cidade. Muitos sites alertam sobre o câmbio ‘paralelo’ para conversão de moeda, ou seja, o mercado informal, que acontece até mesmo no meio da rua. Evite esta prática, pois a facilidade para levar um golpe e perder dinheiro é muito maior.

Transporte

O preço das corridas de táxi em Buenos Aires é barato e compensa para deslocamentos menores. Porém é importante também se precaver na hora de tomar este serviço, levando em consideração o alerta para taxistas mal intencionados. Nestas horas, é melhor recorrer aos serviços de rádio taxi e evitar pegar taxis diretamente na rua, principalmente à noite.

Para deslocamentos mais longos, recomenda-se usar o serviço de metrô, ou ‘subte’, como o transporte é chamado na capital portenha.

Mas se você ficar hospedado em uma região bacana e bem localizada, perto de vários pontos turísticos, o aluguel de bicicletas é cada vez mais comum na cidade. Mas, nestas ocasiões, o melhor é calçar aquele tênis confortável, partir para uma caminhada e visitar os pontos turísticos próximos uns dos outros a pé.

Não deixe de visitar

Buenos Aires é a segunda maior cidade da América Latina, ficando apenas atrás de São Paulo. É uma cidade grande que carrega em sua arquitetura traços europeus, o que cria dá um ar mais charmoso à cidade. Como tantas cidades turísticas, Buenos Aires apresenta centenas opções de passeios e pontos a se visitar. Aqui, listamos alguns que não podem faltar em seu roteiro:

– Casa Rosada: um dos símbolos do país, a residência da Presidência passou a ser pintada de rosa por volta de 1870. Se você se liga em política e não se contenta apenas com aquela foto tradicional em frente à sua fachada, vale se informar sobre a visita guiada, que acontece aos finais de semana e feriados.

Fachada Casa Rosada em Buenos Aires
Fachada Casa Rosada (foto: Janvier – Wikipedia)

– Caminito: caminhar entre as fachadas coloridas deste local, que reúne restaurantes, lojas turísticas e ateliês, é um dos passeios mais tradicionais para se fazer em Buenos Aires. Perfeito para comprar algumas lembranças da cidade antes de voltar ao Brasil. Mas cuidado com o assédio dos vendedores ambulantes: barganhar os preços é válido em qualquer lugar do mundo.

– Teatro Cólon: uma das mais importantes casas de ópera do mundo, o teatro Cólon, construído em 1908, impressiona pela riqueza de detalhes em seu interior. Se você tiver a sorte de estar na cidade durante a temporada de algum espetáculo, terá a oportunidade de ouvir a acústica apurada do local, com capacidade para 2500 pessoas.

– Usina del Arte: inaugurada em maio, a Usina del Arte é um complexo cultural de 15 mil m² em funcionamento em uma antiga fábrica do bairro La Boca. Lá, acontecem concertos de música, espetáculos de dança, shows de tango (outro programa tradicional da cidade e que vale a pena assistir), cinema, etc.

– Puerto Madeiro: esta área portuária foi revitalizada ao longo dos últimos 20 anos e se transformou em um importante centro financeiro e gastronômico da cidade. É um lado mais moderno de Buenos Aires e, estando por lá, não deixe de visitar a famosa ‘Puente de las Mujeres’.

Ponte de las mujeres em Buenos Aires
Ponte de las mujeres (foto: Geoff Livington – Wikipedia)

– Ateneo Grand Splendid: esta é para aqueles que curtem livros e não conseguem passar em frente à uma livraria sem entrar, independente da cidade onde esteja. A Ateneo Grand Splendid foi construída em 1919 e, primeiramente, foi um teatro e depois virou cinema. A arquitetura do local vale a visita!

A bela arquitetura interna do teatro que virou livraria em Buenos Aires
A bela arquitetura interna do teatro que virou livraria (foto: Wikipedia)

Uma vez em Buenos Aires, aproveite para provar algumas delícias da gastronomia local, como a empanada, a parrilla, o sorvete de doce de leite e o alfajor!

Compre suas passagens pelo Portal Rodoviariaonline e boa viagem!

(Por Renata Sklaski)