Blog

A barca para a Ilha do Mel

Estamos nos aproximando de um dos períodos mais importantes do ponto de vista do mercado turístico: as férias de verão. E também um dos períodos mais esperados por quem vai, de fato, tirar uns dias de folga e botar o pé na estrada. Para quem deseja curtir as férias com o pé na areia e longe da agitação, um ótimo destino é a Ilha do Mel, uma das grandes belezas paranaenses, que abriga as melhores e mais belas praias do litoral do estado.

O acesso à ilha é feito por barco via Paranaguá ou via Pontal do Sul, sendo que neste último é de onde saem e chegam as famosas barcas, acesso principal para a Ilha do Mel. Ah, sim, importante frizar: o principal meio de transporte na ilha são… os pés! Não é permitido nenhum meio de transporte de tração animal ou motor no local. Até mesmo porque as trilhas que cortam a ilha dando acesso às praias não suportam nada além de pessoas e, no máximo, bicicletas que podem ser alugadas lá mesmo, facilitando o passeio entre as praias mais distantes. A travessia pelas barcas via Pontal do Sul é feita durante todo o dia até as 20 horas no horário de verão. O valor é cerca de R$ 40,00 por pessoa, sendo este o preço de ida e volta, e o trajeto leva 30 minutos. Para quem quer chegar mais rápido, por de optar por um táxi marítimo, serviço particular que começa a se tornar mais popular no local. O valor por pessoa é um pouco mais caro, cerca de R$ 50,00, mas o tempo de travessia é de apenas 10 minutos.

A Ilha do Mel tem 35 quilômetros de perímetro, onde a maior parte do seu território é coberto por restinga e Mata Atlântica, áreas de preservação ambiental. Por este motivo, nas épocas de alta temporada, principalmente no revéillon e no carnaval, a entrada de turistas na Ilha se restringe a 5 mil pessoas, controle este feito pelo IAP – Instituto Ambiental do Paraná.

Não é preciso de guia para se locomover e passear entre uma praia e outra na ilha. Há sempre placas indicando os locais nas trilhas, além de mapas distribuídos nas pousadas da região à disposição dos turistas. Inclusive, você vai encontrar muito material turístico escrito em inglês, pois a Ilha do Mel é um dos destinos brasileiros preferidos dos turistas estrangeiros, principalmente os europeus.

ilha do mel
Passarela que dá acesso à Gruta de Encantadas. (Foto: Marcos Guerra/Wikipedia)

Na hora de reservar sua pousada na ilha, preste atenção se ela se localiza em ‘Encantadas’ ou em ‘Nova Brasília’, pois cada uma corresponde a lados distintos, sendo que as barcas que dão acesso a cada lado da ilha são diferentes. Encantadas é o lado onde se localiza a Gruta de Encantadas, o patrimônio natural mais importante do local. Para melhorar o acesso à gruta, foi construída uma passarela de acesso. A visita vale a pena! Além da Gruta, em Encantadas estão localizadas a Ponta da Galheta, o Farol da Galheta, a Praia de Fora, o Morro do Sabão, a Praia do Saquinho, entre outras belas praias.

O lado de ‘Nova Brasília’, por ser mais extenso, é o mais badalado da Ilha do Mel. É também em Brasília que se localizam outros grandes pontos turísticos do local, como o Farol das Conchas, construído entre 1870 e 1872 no Morro das Conchas, é visto de quase todos os pontos da ilha, e a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, único monumento militar do século XVIII existente no Paraná, construído em 1769. Uma viagem no tempo!

ilha do mel
Vista aérea do Farol das Conchas. (Foto: Ilhadomelpreserve)

Gostou da dica? Então aproveite a facilidade que o Portal Rodoviariaonline lhe oferece! Para comprar suas passagens de ônibus e conhecer este paraíso do litoral paranaense, clique aqui e boa viagem!

 

Você também pode se interessar por